• Sugestões de Melhoria e Reclamações

    Na Universidade de Coimbra, a sua opinião conta.

    Por isso criámos o Sistema Integrado de Melhorias: um canal aberto para a apresentação de sugestões de melhoria ou reclamações, possibilitando assim que o possamos servir cada vez melhor.

    Para manifestar a sua opinião específica sobre a página web UC.PT, clique aqui.

    Obrigada.
    Universidade de Coimbra

    Imagem de teste reCAPTCHA
    Captcha incorrecto.
    Escreva as palavras acima: Escreva os números que ouve:
COVID19 - Plano de contingência na UC

AVISO

Acesso público e atendimento presencial no CD25A interrompido até ao dia 15 de fevereiro 2021

Informamos que por motivo da aplicação dos DL nº 6-A/2021, Decreto nº 3-A/2021e do Despacho Reitoral nº 14/2021, de 21 de janeiro, relativos à tomada de medidas - Coronavírus (COVID-19) o acesso público e o atendimento presencial no CD25A e no CES - Colégio da Graça estará interrompido até ao dia 15 de fevereiro de 2021.

O atendimento público continua assegurado pelos outros meios habituais: telefone e preferencialmente por email (ucd25a @ ci.uc.pt)

Evolução do surto em Portugal

Normas de segurança na UC

 

Histórico das medidas adotadas:

Despacho Reitoral nº 14/ 2021

Comunicação do Vice-Reitor - 14 mar 2021

Foi hoje publicado o Decreto n.º 3-A/2021, de 14 de janeiro, que veio regulamentar o estado de emergência decretado por S. Exa. o Presidente da República.

Este diploma vem consagrar medidas restritivas adicionais para dar resposta ao aumento do número de novos casos de contágio da doença COVID-19, assegurando, no entanto, a continuidade de alguns serviços, designadamente das Universidades.

Com efeito, é expressamente referido que as Universidades permanecem em funcionamento em regime presencial, tendo em conta o impacto que um novo encerramento das atividades educativas comportaria para a aprendizagem e futuro dos jovens.

Neste contexto, impõe-se assegurar a continuidade das atividades letivas e não letivas em regime presencial, garantindo que as mesmas decorrem em condições de segurança, no estrito cumprimento das estipulações do referido Decreto e demais legislação aplicável, bem como das recomendações da Direção Geral de Saúde, designadamente quanto ao uso obrigatório de máscara, desinfeção dos espaços, distanciamento físico e controlo da temperatura corporal.

Em conformidade, são consideradas deslocações autorizadas as deslocações dos estudantes para frequência de aulas e realização de provas ou exames, bem como dos docentes, investigadores e trabalhadores para desempenho de atividades profissionais quando não haja lugar ao teletrabalho, sendo a apresentação do cartão de identificação da UC documento bastante para comprovar o motivo dessa mesma deslocação.

O recurso ao regime de teletrabalho, por partes dos trabalhadores, deverá ser ponderado pelos Diretores das Unidades e Serviços, devendo ocorrer nas situações em que tal seja compatível com as funções desempenhadas e permita assegurar a continuidade do funcionamento da Universidade.

Conforme decorre do diploma, as unidades alimentares exploradas pelos SASUC mantêm-se em funcionamento, sendo que os estabelecimentos de restauração e similares explorados por particulares e instalados nos espaços da Universidade podem funcionar exclusivamente para disponibilização de refeições ou produtos embalados à porta do estabelecimento ou ao postigo (take-away).

Com os melhores cumprimentos,

Luís Neves

Vice-Reitor da Universidade de Coimbra

 

Comunicação do Reitor - 19 mar 2020

Atendendo à Declaração de Estado de Emergência e na sequência das determinações do Despacho Reitoral n.º 38/2020, tendo em vista também o reforço do combate à disseminação do Coronavírus (COVID-19), determinei, através do Despacho n.º 43/2020, de 18/3/2020, a suspensão de toda a atividade presencial, na Universidade de Coimbra, com exceção dos serviços mínimos, a partir do dia 19 de Março, podendo ser revisto em função da evolução da situação epidemiológica, bem como das medidas que vierem a ser aprovadas pelo Governo.

Devem manter-se apenas os serviços presenciais que sejam considerados essenciais, designadamente, no que concerne à manutenção e vigilância do edificado, atividades de suporte e de apoio ao ensino à distância e ao teletrabalho, o funcionamento mínimo das Unidades de Investigação, nomeadamente a manutenção de equipamentos, bem como, no âmbito dos SASUC, os serviços de apoio social indispensáveis, nomeadamente alojamento e alimentação.

O Reitor,

Amílcar Falcão

Despacho Reitoral nº43/2020

Despacho Reitoral nº41/2020

Na sequência das medidas aprovadas ontem pelo Conselho de Ministros, com o propósito de promover a contenção do Coronavírus (COVID 19), determino, em conformidade, a prorrogação dos efeitos do Despacho Reitoral n.º 38/2020, de 9 de março, até ao próximo dia 9 de abril, procedendo-se, nessa data, à reavaliação das medidas nele previstas, em função da evolução da situação epidemiológica.

Coimbra, 13 de março de 2020

O Reitor

Amílcar Falcão

 

Despacho Reitoral nº 35/2020

Evolução do surto em Portugal

Comunicação do Reitor da UC - 9 de março 2020

Atenta a evolução do surto de COVID-19;

Pela defesa da saúde dos membros da comunidade universitária;

Auscultadas a Associação Académica de Coimbra, as Faculdades, a Direção-Geral de Saúde do Centro;

A Universidade de Coimbra anuncia as seguintes medidas e informações:

1. A UC elaborou um Plano de Contingência, a aplicar com efeitos imediatos por um período de pelo menos 15 dias, de forma a implementar medidas preventivas para contenção da propagação de COVID-19, mantendo ao mesmo tempo o funcionamento da instituição com uma significativa adaptação a um modelo digital;

2. Numa primeira fase, ficam suspensas todas as atividades letivas presenciais, substituindo-se por métodos digitais para promoção de um ensino à distância a serem desenvolvidos nos próximos dias;

3. Serão igualmente suspensos e adiados todos os eventos científicos, culturais e desportivos, assim como as atividades em bibliotecas e salas de estudo, o circuito turístico, a visita a museus e a utilização das infraestruturas culturais e desportivas – designadamente o Estádio Universitário de Coimbra e o Teatro Académico de Gil Vicente;

4. Devem ser também suspensas e adiadas todas as deslocações profissionais ou académicas no país e no estrangeiro;

5. Todas as cantinas irão transitar para um serviço exclusivo de take-away, evitando a abertura dos espaços comuns;

6. Foram criados espaços de isolamento próprios nos Pólos 1, 2 e 3, no Estádio Universitário de Coimbra e na Faculdade de Economia;

7. A Universidade de Coimbra está a implementar um programa de desmaterialização e digitalização de processos a fim de diminuir e evitar contactos pessoais, identificando também os grupos mais vulneráveis para implementação do regime de teletrabalho;

8. Ao longo dos próximos dias, a Universidade de Coimbra irá aplicar todas as medidas adicionais necessárias, nomeadamente ao nível dos seus serviços sociais.

A Universidade de Coimbra reafirma a sua intenção de garantir a ausência de prejuízo no percurso escolar, académico e profissional às pessoas afetadas por estas medidas, tendo particular atenção relativamente aos estudantes mais carenciados. Devemos, coletivamente, encarar mais este desafio como uma forma de nos adaptarmos às circunstâncias, motivando-nos a fazer ainda mais e melhor em prol desta instituição com 730 anos de vida. Confio que toda a comunidade académica irá seguir estas diretrizes, preservando a saúde pública e, simultaneamente, salvaguardando a regular atividade letiva e de investigação.

 

O Reitor da Universidade de Coimbra,

Amílcar Falcão

Topo da página
Centro de Documentação 25 de Abril © 2021
Suporte: ucd25a@ci.uc.pt ; Sugestões: Formulário
www.cd25a.uc.pt
Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional